"Nenhum ser humano é capaz de esconder um segredo. Se a boca se cala, falam as pontas dos dedos..."(Freud)

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

A Pipoca e seus efeitos alucinógenos.

Cenário: Eu, pai, mãe, sentadinhos na varanda de casa, em uma agradabilíssima e primaveril tarde de domingo. Pai na Rede, Mãe e eu em espreguiçadeiras de praia, e a súbita e brilhante idéia de coroar a tarde com uma tigela de pipocas e chimarrão.
A felicidade é tanta que o clima da conversa fica totalmente "nonsense". Em meio a muitos risos e a comentários pseudo-filosóficos, meu Pai deixa escapar uma frase poética em homenagem à pipoca. Imediatamente, aderimos à brincadeira, cada um lançando uma frase para dar continuidade ao "poema". A felicidade às vezes é mais poderosa que qualquer estimulante... E estávamos felizes, simplesmente por estarmos juntos.
O resultado ficou bizarrinho, e está aí embaixo. : )



Ode à Pipoca

Tão Branca, tão fofa, tão bela,
A me olhar, com suas casquinhas amarelas.

Desde os tempos em que o homem vivia em ocas,
Passava as manhãs e as tardes comendo pipoca.

Tão crocante e tão salgadinha,
Foi feita na minha panelinha.

E não importa de tem casca ou piruá,
Minha pipoca comerei a suspirar.

E isso que digo não é fantasia;
Comer pipoca é pura alegria.

Mas todo este sabor de nada valeria
se não tivesse da minha ohana* a companhia.



*Ohana quer dizer família. A minha e a do Stich. : ) Love you all, my Ohana!

2 comentários:

Tyr Quentalë disse...

Uma familia inteira a surtar não é estranho, mas incomum, para aqueles que não estão acotumados a ver a felicidade reinando em uma familia inteira e a Ode à Pipoca trouxe risos, mesmo que baixos, mesmo que poucos para a alma de quem estava tão distante em pensamentos e vendo o mundo cinza, estranho no correr do tempo indefinido.

André disse...

Nossa, esse post faz lembrar da união em família, e q isso não deve se deixar passar de simples momentos, mas porém esses simples momentos devem ser recordados para sempre, coisa q cada vez menos vemos em famílias de hoje em dia. Gostei mto do post.