"Nenhum ser humano é capaz de esconder um segredo. Se a boca se cala, falam as pontas dos dedos..."(Freud)

sexta-feira, 9 de setembro de 2005

Detalhes, detalhes...

É impressionante como as pequenas coisas, que, aos olhos masculinos são tão insignificantes, alteram tão bruscamente o universo feminino. Por exemplo: Quando o cabelo acorda desarrumado, ficamos completamente horríveis, não conseguimos sequer escolher uma roupa, parece que o dia inteiro desaba. Em contrapartida, logo depois de uma escova “power”, até andamos diferente na rua, como se estivéssemos prontas para deixar o mundo cair a nossos pés. Exagero? Não é, não. Mesmo um pequeno corte de cabelo, nem que sejam só as pontinhas, faz toda a diferença. Nada mais natural que achemos que “tamanha diferença” seja notada por todos, principalmente pelas pessoas que nos rodeiam, inclusive os cruéis, insensíveis e ingratos homens, que, aliás, nunca reparam nos pequenos detalhes (inclua-se aí: roupas, sapatos, brincos, cores, enfim, tudo o que seja fundamental para o nosso bom humor). [Só um pequeno aparte para não ser injusta: eu conheço, sim, um homem (um único homem) que tem a incrível (nos homens isto pode ser considerado um prodígio) capacidade de notar os pequenos detalhes. E é o único.] E ainda por cima acham ridiculamente injusto o fato de ficarmos iradas com isso! Tudo bem, a culpa é nossa mesmo. Quem manda exigirmos tanto deles? Temos que aprender a nos conformar com o fato de que nem todos têm nossa incrível e admirável capacidade de fazer as coisas grandes sem desprezar as pequenas...

Um comentário:

Gere disse...

e qm seria este "unico homem" nao é possivel que só haja um
tem mais por ai, vc que nao procurou direito
bjus